Citação sem as quais seria impossível pensar melhor

Citação sem as quais seria impossível pensar melhor

Uma coisa que o Chico Oliveira sempre disse e que acho vale a pena ser lembrado sobre a sociedade brasileira enquanto ornitorrinco é que aqui o estado de exceção alcançou um status de norma eterna.

“Constituição do Reich alemão de 11 de agosto de 1919 (Constituição de Weimar), artigo 48, §2º:

Caso a segurança e a ordem públicas estejam seriamente ameaçadas ou perturbadas, o Presidente do Reich (Reichspräsident) pode tomar as medidas necessárias a seu restabelecimento, com auxílio, se necessário, de força armada. Para esse fim, pode ele suspender, parcial ou inteiramente, os direitos fundamentais (Grundrechte) fixados nos artigos 114, 115, 117, 118, 123, 124 e 154”

“[Estamos] na Caverna de Platão, olhando para aquelas sombras e dizendo “esta é a realidade”. Nós vemos uma sombra na parede e dizemos: – Olha, a Democracia! E não é mais do que uma sombra.” José Saramago

—–

“Non è vero che in questa società siamo liberi. Siamo liberi solo di alzarci ogni mattina e di andare a lavorare … [l’eliminazione del capitale significa] la distruzione stessa del rapporto di produzione, cioè della distruzione della necessità di lavorare per vivere. La frasi ” il lavoro nobilita” es una invenzione capitalista.”

Não é verdade que nesta sociedade somos livres. Somos livres apenas para levantar todas as manhãs e ir trabalhar … [a eliminação do capital significa] a destruição da mesma relação de produção, ou seja, a destruição da necessidade de trabalhar para viver. A frase “o trabalho enobrece” é uma invenção capitalista.

Potere Operaio – 1968 in L’eterna Rivolta

Hoje eu trocaria a armadilha “o trabalho enobrece” por “trabalho é vida”.

 

 

————

 

Mesmo se não for do Orwell já é muito boa.
“A massa mantém a marca, a marca mantém a mídia e a mídia controla a massa”

(George Orwell)

——-
Sento na cama. Pego um livro e começo a ler. 20 minutos depois encontro a seguinte passagem:

“Isso é algo historicamente evidente: o princípio básico de um regime totalitário é efetivamente uma gestão total da vida cotidiana; qualquer tipo de fascismo tem esta ambição, começa com a associação dos nenês, segue com a associação das crianças, associação dos adultos, dos aposentados, dos mortos… A esfera da vida privada desaparece progressivamente. Neste sentido, trata-se de reduzir cada vez mais o campo neurótico da subjetividade para chegar a uma alienação completa na qual o sujeito se sustente só na sua função de instrumento”  Contardo Calligaris, “O sexto lobo”, cap. “A sedução totalitária”.

Fui conferir a data do que o autor estava se referindo porque achei bastante atual como um todo. Não?

felipecabral

Leave your message