Archive for the ‘Open Source’ Category

  • Todos os sentidos em Três Corações

    Set 17, 12 • felipecabral • Enredos da Terra, Home, Open SourceNenhum ComentárioLeia mais »
    Todos os sentidos em Três Corações

    Relato sobre a experiência da educação não-formal com a produção de minidocumentários em software livre na semana de tradição oral de 2012 do Museu da Oralidade de Três Corações – MG Esta é uma escrita breve sobre momentos densos. Um relato curto de uma experiência marcante. Se Drummond pudesse dizer algo sobre isso, talvez dissesse “Brincar com crianças não é perder tempo, é ganhá-lo; se é triste ver meninos sem escola, mais triste ainda é vê-los sentados enfileirados em salas sem ar, com exercícios estéreis, sem valor para a formação de alguém“. Aos que aqui se aventurarem na leitura, peço licença para contar o que se passou do jeito que consegui ver e desculpas por não conseguir presentificar cada um dos sentidos apalpados, olhados, cheirados, ouvidos e gostados pois foram todos vividos. Então vamos lá… ____________________________ Ideias com pé e cabeça Certo dia, com muito tato e simpatia, recebi uma ligação de Minas Gerais da qual não sabia identificar o número. Atendi e do outro lado estava o jornalista Paulo Morais, um dos atuais gestores do Museu da Oralidade da cidade de Três Corações. Para quem não conhece ou não se lembra, Três Corações é uma das cidades situadas na Serra da Mantiqueira, no sul do estado de Minas Gerais. Paulo ligava para fazer um convite e ao mesmo tempo propor um desafio. O Museu iria sediar a 2° edição

  • O ataque dos aplicativos assassinos

    Set 13, 12 • felipecabral • Home, Open SourceNenhum ComentárioLeia mais »
    O ataque dos aplicativos assassinos

    “Não sabemos o que é ser infinitamente bom. Sabemos o que é ser relativamente bom. E sabemos que não somos capazes de ser bons toda a vida e em todas as circunstâncias. Falhamos muito. E depois reconsideramos, o que não quer dizer que o reconheçamos publicamente.” José Saramago, 2005   Produtos eletrônicos só se tornam “lixo”, isto é, só são deliberadamente descartados por duas razões: obsolescência ou dano. E adivinhem qual é o maior motivo responsável pelo descarte de centenas de celulares, computadores, tocadores de mp3, calculadoras, video-games, entre outras coisas que nos fazem cyborgues nos dias atuais? Aumenta de level quem, além de responder, indicar números, dados e pesquisas sobre a obsolescência programada desse nicho nos últimos anos. Muito bem, mas fazer essa afirmação, chegar a esse quadro, talvez não seja tão difícil. Vamos alimentar essa bateria com algumas perguntas e uma pitada de ironia. Nesse engatinhar tecnológico do Século XXI já fomos levados e desejar mais bytes do que somos capazes de processar e com isso tanto plataformas cada vez mais sofisticadas como suportes tecnologicos cada vez mais sedutores são postos no mercado. E quando algo assim é posto em prateleiras, sempre na urgência de uma nova edição ou na preemência de um mais moderno porvir, temos uma pilha de coisas que ficaram e muitas que ficarão para trás. Mas por quê? “O tempo das verdades plurais acabou

  • Bioplástico

    Set 10, 12 • felipecabral • Home, Open SourceNenhum ComentárioLeia mais »
    Bioplástico

    Em tempos de economia verde com suas soluções politicamente corretas, as vezes desumanas e violentas pelo lucro, deparei-me com notícias sobre o bioplástico. Sim, bioplástico. Ao invés de gastar milhões para extrair petróleo (que levou milhões de anos para se compor) das profundezas do mar só para transformá-lo em copinho descartável que são usados em 40 segundos em festas de aniversário e logo em seguida jogados no lixo, descobrirarm que era possível fazer plástico de elementos orgânicos, resíduos da indutria de alimentos, como fécula de mandioca e outros amidos.  Veja aqui e no vídeo abaixo. Parece interessante, podiam abrir o código desse plástico para que ele pudesse ser produzido para fins não comerciais e/ou solidários. Se alguém souber de documentações, fotos, vídeos, textos, livros ou quaisquer materiais que falem do processo de produção desse tipo de plástico, por favor avise-me!

  • Mini Framboesa Digital – raspberry pi

    Set 4, 12 • felipecabral • Home, Open SourceNenhum ComentárioLeia mais »
    Mini Framboesa Digital – raspberry pi

    Em tempos de tablets, smarthphones, computadores que cabem em envelopes da papel, há uma outra novidade surgindo: os mini-microcomputadores (se é que é possível usar esse termo). De hardware bastante simples e aberto, o projeto Raspberry Pi é um computador de placa única desenvolvido no Reino Unido pela Fundação Raspberry Pi. O objetivo da fundação é oferecer duas versões do computador, com preços de US$25 (modelo A) e $35 (modelo B). A Fundação Raspberry Pi começou a aceitar pedidos do modelo de US$35 a partir de 19 de fevereiro de 2012. O Raspberry Pi tem a pretensão de estimular o ensino de ciência da computação básica em escolas.   O nascimento da ideia  O projeto Raspberry Pi tem como objetivo disponibilizar um computador simples e de baixíssimo custo para que jovens e crianças do mundo tudo possam ter acesso às ferramentas básicas para o aprendizado de programação. A ideia foi proposta por um grupo de estudantes do laboratório de computação da Universidade de Cambridge, nos Estados Unidos, ao perceberem que o nível de conhecimento dos novos alunos estava em constante declínio.   Funciona? Vejamos um saindo da caixa… O computador é baseado em um system on a chip (SoC) Broadcom BCM2835, que inclui um processador ARM1176JZF-S de 700 MHz, GPU VideoCore IV e 256 Megabytes de memória RAM. O projeto não inclui uma memória não-volátil, como um disco rígido, possuindo

  • Montando uma ilha de edição livre

    Set 3, 12 • felipecabral • Home, Open Source1 ComentárioLeia mais »
    Montando uma ilha de edição livre

    Há tempos tenho trabalhado na composição adequada de uma ilha de edição multimidia de alta performance com softwares opensource. Sei que o conceito de “Ilha de Edição Livre”, conforme está posto no título desta postagem, pode confundir no sentido de que uma ilha de edição aberta pode ter muitos significados, envolvendo inclusive questões que tem a ver com o hardware aberto, FOSS ou OSHW, mas esclareço que meu objetivo por hora é ter apenas uma estação de trabalho para Audio, Vídeo e Imagens com softwares de edição de código aberto e que possam ter excelente performance e usabilidade. Nessa última madrugada, entre os dias 27/08/2012 e 28/08/2012, depois de 9 meses (como se fosse um filho \0/ ), nasceu finalmente uma ilha de edição com ubuntu 12.04 64bits,  kernel 3.5, GIMP 2.8, KDEnlive 0.9.2.1, Blender 2.63a, Cinelerra 2.2CV, ffmpeg 0.11.1, entre outros encantos. Aproveito então este espaço para documentar um pouco essa construção e para dizer que a partir de agora entro numa fase de testes de performance e de usabilidade, tanto desses equipamentos quanto dos softwares mencionados. Aceito sugestões e contribuições com o processo. =) Home studio linux edition – hardware configuration: – Hd 120 gb ssd for system ubuntu 12.04 lts; – GPU nvidia MSI GTX 570 twin power III; – 2 hd of 2Tb for storage; – i5 3550 (third generation) 3.5ghz; – 8gb ram corsair vegance; &#

Felipe Cabral

↓ More ↓